AlmArdente

De tudo se fala do que possa habitar uma qualquer alma humana. Os amores e desamores, as artes e os vícios, os prazeres e as dores. Intensas banalidades, para miúdos e graúdos.

quarta-feira, fevereiro 08, 2006

Bernard Cornwell


.Há muitos anos atrás iniciei-me nas leituras dos contos deste senhor: Bernard Cornwell.
Comecei por ler as "Crónicas do Senhor da Guerra", uma trilogia que conta as aventuras do Rei Artur, nas batalhas contra os saxões. O primeiro livro é "O Rei do Inverno", o segundo é "O Inimigo de Deus" e o último é o "Excalibur". Li-os com avidez, como nunca tinha lido nada antes. A descrição das batalhas, o relato dos acontecimentos, a caracterização dos personagens e das suas vidas, toda a intriga política, os amores, os jogos de poder, os mistérios e o ambiente electrizante em todos os momentos da narrativa, tornaram-me fã deste escritor. As suas histórias são daquelas que se lêem duma assentada sem nos apercebermos do tempo que passa ou da fome que deixamos de sentir. E quando terminamos, sentimos um vazio imenso como se o nosso mundo fosse o que se passava dentro do livro. Nunca li nada tão empolgante.
Agora tenho outro em mãos: "O Último Reino", que relata a época em que os Vikings dominavam a costa inglesa. Depois desse é a vez da trilogia " Sharpe", que trata das invasões napoleónicas, com grande parte do enredo a passar-se em Portugal.
Para quem gosta de histórias de cavalaria com fundo histórico, não há melhor.

2 Comments:

  • At 10:45 da tarde, Blogger 2maria said…

    Se gostaste da triologia sobre o Rei Artur, tens absolutamente de ler "As Brumas de Avalon" da Marion Zimmer Bradley, uma visão mais romântica e, talvez um pco mais surrealista, da vida dos cavaleiros da távola redonda.

     
  • At 5:14 da tarde, Blogger MêCê said…

    Ainda não li (embora conheça e sempre me tenha sentido tentado). Normalmente prefiro coisas mais realistas, mais cruas, mas hei-de ler "As Brumas". Agradeço a sugestão.

     

Enviar um comentário

<< Home