AlmArdente

De tudo se fala do que possa habitar uma qualquer alma humana. Os amores e desamores, as artes e os vícios, os prazeres e as dores. Intensas banalidades, para miúdos e graúdos.

quarta-feira, janeiro 23, 2008


Estou oficialmente em guerra com os sacos de plástico!
Mais do que nunca, torna-se imperioso combater esta praga. Pelas razões óbvias.
Há que reduzir a proliferação destes objectos do Demo, e eu estou fervorosamente empenhado nisso. De cada vez que vou fazer compras em super-mercados, mercearias, etc, levo sempre um monte de sacos que guardo em casa. Dessa maneira, quase nunca trago sacos novos para casa. Vou à padaria, levo a antiga bolsa de pano. Nas farmácias recuso sempre os saquinhos que não têm jeito nem utilidade - meter uma caixa de comprimidos num bolso, é a solução mais imediata. E por aí fora. Há mil e uma maneiras de reduzir o consumo dos sacos de plástico. Reutilizando-os até à exaustão ou utilizando alcofas de corda, cestos de verga, etc, etc, etc.
Está à vista de todos que o planeta caminha a passos largos para um futuro muito negro. E cabe a cada um de nós ter essa consciência, para tentar mudar maus hábitos. Pela minha parte, faço o que posso. E para além do mais, todo o homem prevenido sabe que convém andar munido de saco de plástico...

3 Comments:

  • At 4:26 da tarde, Blogger Branca said…

    Já somos dois, então. Sou mtas vezes olhada como louca, quando compro aqui ao lado umas bananitas ou um leitito e prefiro levar na mão a trazer mais um odioso saco de pilático. Mas leva assim na mão?! SIIIIM!ODEIO SACOS!

     
  • At 4:46 da tarde, Blogger panamá said…

    Não há como comprar um daqueles sacos de tecido que se enrolam e ocupam o espaço de um lenço-de-bolso. Se andarmos sempre com o "lencinho" andamos sempre prevenidos. Pela primeira vez, cá por casa, já quase não temos...nem mesmo para meter o lixo! É um feito, não haja dúvida! beijos aos dois

     
  • At 12:24 da manhã, Anonymous Copofonia Dodecafonica said…

    Experimenta ires ao Continente (ou outro hiper do género) com uma mochila tipo de campismo e meteres as compras nela. É fantástica a maneira como és olhado!! Verdadeira ave-rara, to say the least. E no entanto... sabe tão bem, não trazer sacos de plástico!
    Uns tempitos em países onde os sacos são (bem mais) caros e toda a gente ganharia a "mania"!... até lá... vamos abrindo caminho ao hábito das compras sem sacos de plástico!
    Beijos rechonchudos

     

Enviar um comentário

<< Home