AlmArdente

De tudo se fala do que possa habitar uma qualquer alma humana. Os amores e desamores, as artes e os vícios, os prazeres e as dores. Intensas banalidades, para miúdos e graúdos.

terça-feira, outubro 14, 2008

Havia o mundo antes do Garcia Marquez.
E há o mundo depois do Garcia Marquez.

Duma assentada, devorei o "Cem Anos de Solidão" e " O Amor nos Tempos de Cólera". Vivi cada palavra, cada frase, cada cadeia de pensamentos e sentimentos de tal modo bem descritos e belos, que é como se a vida fosse uma imitação daquelas histórias.
Aquele é o meu mundo!
Vieram parar-me às mãos por quem melhor me conhece, pois claro, como se me dissesse: "Isto és tu, lê-te".
A partir de então e tantos capítulos depois, sou um Florentino Ariza na minha própria campanha.
Pobre e admirável Florentino Ariza, que ousou ser feliz, e o foi!

2 Comments:

  • At 3:14 da tarde, Anonymous susana duarte said…

    hello
    espero que encontres a felicidade uns aninhos antes do fiorentino. hehe!
    vai ver o filme, o livro é melhor, mas acho que vale a pena!
    b
    susana

     
  • At 10:43 da manhã, Blogger MêCê said…

    Como me disse alguém, "Interessa ser feliz querendo aquilo que se tem, e não, tendo aquilo que se quer."
    O truque da felicidade passa por aí, valorizar o que se tem. Ao contrário do Florentino, que viveu obcecado pelo que queria.
    Quanto a mim, a ver vamos. Razão e emoção andam sempre às turras ;)

     

Enviar um comentário

<< Home