AlmArdente

De tudo se fala do que possa habitar uma qualquer alma humana. Os amores e desamores, as artes e os vícios, os prazeres e as dores. Intensas banalidades, para miúdos e graúdos.

quarta-feira, maio 10, 2006

A minha é maior que a tua

Dois amigos encontram-se na rua. Vestem calções.

- Então, estás fixe ou quê?
- Tudo bem. E contigo?
- Baril. Estou a ver que tens uma coisa igual à minha. E bem grande...
- Pois. Sabe-me bem andar de calções, com ela de fora a apanhar ar.
- Mas o sol não lhe faz bem. Olha a minha. Apanhou muito sol, ficou negra e feia.
- Pois é. E vejo que a tua é mais comprida. E mais grossa. A minha é mais pequena.
- Pois, estou a ver. Mas a tua está bem direitinha e a minha entorta para a esquerda.
- Isto vai tudo dar ao mesmo...
- E faz-te impressão tocar nela?
- Mais ou menos. A ti faz?
- Quando sou eu, não. Mas não gosto que os outros lhe mexam.
- Pois é, é estranho.
- Bem, gostei de te ver.
- Igualmente. E não te esqueças de fazer os exercícios, ou nunca mais lhe dás uso!

Conversa de dois amigos que sofreram uma ligamentoplastia ao joelho, acerca das respectivas cicatrizes.

4 Comments:

Enviar um comentário

<< Home