AlmArdente

De tudo se fala do que possa habitar uma qualquer alma humana. Os amores e desamores, as artes e os vícios, os prazeres e as dores. Intensas banalidades, para miúdos e graúdos.

segunda-feira, outubro 08, 2007


Tanta celeuma por causa duns chinelos...
Mais do que tentar puxar adeptos para as causas "As Crocs são Lindas" vs "As Crocs são Horríveis", não será preferível apenas dizer se se gosta ou não, e respeitar o gosto contrário dos outros?
Por mim, gosto. E quem não gosta, não gosta. Haverá mais alguma coisa a dizer? Penso que não.
Nas palavras de um blogger americano:
"If you dont want to wear them, thats cool, but do you really care about the shoes the lady in the bank line infront of you has on? Does it really matter? I think life is too short to really spend any more time on this."

7 Comments:

  • At 2:53 da tarde, Blogger panamá said…

    Olhameste agora, hã! estou a ver que contigo, esta questão mexe! E não temos que ser sensatoszinhos, correctozinhos e sem emoçõezinhas...! Isso é censura, mate! Eu não gosto de crocs! Acho que como europeus evoluídos e apreciadores de design dde bom-gosto, não deviamos ceder à parolice amaricana! Odeio vê-los nos pés de toda a gente...são as chancas mais horríveis do mundo! Nunca nada se viu tão feio, no que ao calçado diz respeito! É. beijos oh...fascistóide!

     
  • At 2:56 da tarde, Blogger panamá said…

    E não me sinto a perder tempo com isto! gosto de gritar a minha opinião de goela aberta! sou observadora e apreciadora de pessoas, de formas de vestir e de comportamentos! Odeio ver pessoas em cima de uns desses! Claro que, podia estar a reler os maias ou a seguir um filme russo sem legendas na cinemateca...mas, prefiro dizer mal destes monstros! oh dear!

     
  • At 6:22 da tarde, Blogger MêCê said…

    Como diria o Master Yoda:
    "A troubled mind I see. Clear your thoughts you must."

    Odeias as crocs, odeias as pessoas em cima delas... No further questions. I arrest my case.

    E como sou tolerante, sim, podes falar mal destas chancas à vontade. É a tua opinião e tenho-lhe a consideração devida.

     
  • At 11:43 da manhã, Blogger panamá said…

    Por gostar de pessoas, quero-lhes o melhor. Fica-lhes mal andarem em cimas das chancas. É sinal de retrocesso. Também não gosto ver ninguém vestido de robe no meio da rua a levar o lixo, por exemplo. Não me parece sensato da tua parte que consideres isso a trouble mind!
    Devo presumir que assumiste uma luta por uma causa: "i arrest my case"?!
    Vai daí, penso que quem empola a questão és tu...e preniciosamente, a meu ver. Isso sim, dá que pensar. Já pensaste que também é bom fazer parte de movimentos de massa? Eu sou deste "I hate crocs"! Como também amo Caetano Veloso, como odeio alternativos fáceis, como adoro ir às compras ao Martim Moniz e à H&M! Tem mal ter emoções extremadas e dizê-las, estilo: amo/odeio? Nunca percebi que fosse um problema...mas, a trouble mind you see...será recomendação de psicanálise? Será que devo ser mais sossegadinha? Estou a portar-me mal?
    Beijo.

     
  • At 12:24 da tarde, Blogger panamá said…

    Ah, querido, tu que entendes de vinhos! Foi-me apresentado um vinho tinto divinal...http://www.saboresibericos.pt/vinho_comenda_grande.htm! Vê lá e depois diz-me o que sentiste! Brindamos para amenizar os ânimos quanto à liberdade de expressão? Posso pedir um Comenda Grande de 2004? Beijos, mate!

     
  • At 12:25 da tarde, Blogger MêCê said…

    Ora aqui está um tema verdadeiramente empolgante, como nunca pensei que fosse: as crocs!
    A sério, não gosto de gastar tempo em causas subjectivas. Porque a beleza destes objectos, tal como muitas outras coisas na vida, é de facto uma coisa subjectiva. Os gostos variam, por mais padronizados que estejam. Tal como as modas e os hábitos de cada um. É óbvio que ir de robe à rua despejar o lixo, é maioritariamente considerado "fraco gosto". Mas existe uma minoria para quem isso é perfeitamente normal. E agora? Terão as maiorias de estar sempre certas? Mesmo que a maioria odeie crocs, seja lá por que motivo for, isso não legitima nada. A vida não é preto e branco; tem vários tons de cinzento pelo meio, já para não falar nas cores. Eu gosto de cores :)
    E não te inflames com as minhas frases, não são guerra, não são juízos de ti, não são ataque às tuas ideias nem à tua pessoa. São simplesmente "faíscas", pelo gosto de ver arder :)
    E olha, acho que ficavas bem numas crocs tangerina...

     
  • At 2:47 da tarde, Blogger panamá said…

    Tangerina? Eheheheh! Eu também gosto de cor, e gosto da cor da tangerina, e do seu sabor, mas do que eu gosto mesmo é do seu nome! É um nome bem bonito!
    Gosto de inflamar, gosto de opiniões e de as discutir. Especialmente com quem valha a pena. Sou acérrima e, dizem muitos, exagerada!Ainda bem que a liberdade de expressão existe, permitindo que nos exprimamos acerca de tudo o que quisermos e da forma como quisermos. Obrigada por respeitares! Mais um beijinho...este com sabor a tangerina, especialmente para ti!:)

     

Enviar um comentário

<< Home